Nossa História

A Cabeça de Cuia Filmes é uma produtora de cinema com foco na realização de filmes de ficção e documentário com sede em Fortaleza/Ceará. Tem a frente a diretora cineasta Lília Moema Santana e a atriz Majô de Castro.

Nossa história tem início como a de tantos outros desbravadores do audiovisual nordestino: a vontade de contar histórias! As primeiras produções foram realizadas, em 1992, com o curta metragem de ficção Conto Logo o Quanto Louco e o documentário Mini-Museu Firmeza, a arte do Mondubim em 1996, estes ainda com produções nominais de Lília Moema Santana e Edmar Oliveira Junior.

Em 2001, produziu o documentário Imaginário, sobre ex-votos, com o nome ainda de Cultmovie. Em 2013 lançou o documentário-ficção de longa metragem Mãe de Santo, teu nome é Zimá, em parceria com a Associação de Cinema e Vídeo de Quixadá; e em 2015 co- produziu o curta metragem de ficção Quitéria. Atualmente finaliza o longa-metragem de ficção Se Arrependimento matasse, com roteiro de Caroline Secundino Treigher e direção de Lília Moema Santana, que ganhou o edital da ANCINE de financiamento para realização.